A saga dos plantadores de cidades, por Torres

Entrevista ao jornalista José Nêumanne Pinto

  1. Em #doisdedosdeprosa, Antônio Torres fala sobre seu romance Querida Cidade, que narra a aventura da urbanização do Brasil pelos camponeses.
  2. A um jovem, que lhe pediu para definir o gênero literário que domina, o baiano de Sátiro Dias disse que é uma história que conta outras histórias”.
  3. Jornalista, publicitário e membro da ABL, o autor confessou que, após 12 anos sem publicar, foi menos sintético do que nas suas obras anteriores.

FLISE: Conferência de Abertura – Tanto Sertão: Quantas Histórias

Feira Literária de Santo Estêvão – FLISE (2ª EDIÇÃO)

É hora de ver passar as idas e vindas que contam as histórias dessa terra. Cem anos com a calma da semente que germina. Cem anos com a beleza nas mãos. O que vale é plantar e repartir. Cem anos com a força das lições de casa. É hora de espalhar os versos pela praça, de acender a chama que ilumina e canta os cem anos dessa terra. É hora de sonhar e de seguir. Junte-se a nós, você faz parte dessa história. De 06 a 10 de dezembro com mesas literárias, contação de histórias, lançamento de livros, apresentações artísticas, oficinas e muito mais.

Santo Estêvão 100 anos: A joia do Paraguaçu

AC Encontros Literários: Live com ANTÔNIO TORRES

Na estreia de nosso novo ciclo de lives, “AC ENCONTROS LITERÁRIOS”, nosso colunista César Manzolillo do canal Literatura recebe Antônio Torres, escritor e imortal da Academia Brasileira de Letras. Antônio, que atualmente ocupa a cadeira que já pertenceu a Machado de Assis, Jorge Amado e Zélia Gattai na ABL, nos contou um pouco de sua vida acadêmica e apresentou seu novo livro lançado esse ano: Querida cidade. Confira também a nossa entrevista exclusiva em AC Encontros literários com o imortal Antônio Torres.

Arte Cult: Live com Antônio Torres